\ {buongiorno danielle}: Quero começar um blog!
06/10/2012

Quero começar um blog!


não consegui pensar em nenhuma foto para o post, então vai essa que gosto muito ♥

Quem mexe com o negócio sabe que não é nada fácil começar e muito menos manter um blog. Vemos por aí muitas dicas direcionadas para quem está começando essa experiência que, convenhamos, não é tão emocionante assim. Resolvi separar algumas estratégias que aprendi por experiência própria e podem ajudar muitas pessoas: aquelas que estão começando um blog agora, aquelas que estão com bloqueios de inspiração, ou quem desistiu do ramo, mas morre de vontade de continuar a blogar.

Antes de mais nada, faça uma reflexão
Você gosta de passar horas na frente do computador? Tem tempo livre para isso? Então você serve para o serviço, hahaha! Ter um blog não significa passar horas e horas na frente do computador, só peneirando informações da internet e tentando passar isso para seu blog. Você tem que ter ideias próprias e originais acima de tudo.

Faça uma lista das coisas que você gosta
A ideia ficou meio subjetiva, mas é o seguinte: eu, por exemplo, sei que fotografo bem, escrevo bem, tenho o dom de ajudar as pessoas com as palavras (sim, isso é um dom mesmo), considero meu gosto musical refinado; gosto de compartilhar o que leio, assisto e ouço. Coloque tudo isso no papel que, assim, você definirá qual tipo de blog será o seu (classifico o meu como sendo lifestyle, já que gosto de compartilhar coisas do meu dia a dia aqui).

Escolhendo o nome do seu blog
Talvez essa seja a parte mais difícil e que mais desanima qualquer um. Só posso dizer uma coisa: escolha um nome que tenha tudo a ver com você. Jamais, repito JAMAIS, escolha nomes que remetem a outros blogs. Enfatizando: JAMAIS! Não tem nada mais desagradável do que entrar em um blog e, logo de cara, dizer: "puts!, esse blog me lembra o da fulana...".
*o meu tem esse nome por causa da minha descendência e a carrego muito nos meus traços físicos e na minha personalidade. Juro que não consigo pensar em um nome melhor para o meu blog!

A parte estética
Se você curte uma poluição visual do tipo cursor do mouse que faz chover glitter, música automática na página, banner carregado cheio de imagem com brilhinho e todo esse mimimi, saiba que nem todo mundo vai gostar do seu blog. Quase ninguém aliás. Essas coisas são realmente chatas (particularmente, ok). Detesto entrar em um blog e ver todas essas coisas na página.
Ctrl + w na hora!
Solução: dê preferência a templates mais simples, com cores neutras mas que não deixem de ter harmonia.

Gramática na causa!
Pelamordedeus meu povo! Vocês não fazem ideia da angústia que eu sinto ao entrar em um blog com um ótimo conteúdo e achar um erro gravíssimo de português. Coisas cabeludas como "concerteza", a troca de "mas" por "mais", o assassinato do "paresse"... pode parar por aí! Se você realmente tem dificuldade quanto a escrita, peça para um colega revisar seu texto antes de publicá-lo. Assim o autor (a) não passa vergonha e os leitores não têm um AVC!
*erros de digitação são aceitáveis. Nesse caso, contate o autor privadamente.

Organização é tudo
Nunca deixo meu número de posts no rascunho abaixo de cinco, e sempre tento deixar apenas o corpo do post (texto) pronto. Isso facilita muito na hora da correria, assim você evita escrever aquele post com fotos sensacionais com um texto meia boca (só de posts da categoria Cantando com..., tenho uns 3 aqui! hahahaha)

Mas, Dani, e quanto ao reconhecimento do blog?
Esse é um ponto que pega. O reconhecimento vai vir na mesma proporção que você ir atrás dele. As redes sociais não resolvem muita coisa, mas dão uma mãozinha. Comece divulgando para seus amigos mais próximos e peça para eles repassarem. Depois, passe a comentar nas páginas de outros blogs (podem fazer isso aqui, ok? Ficaria muito feliz), puxe assunto com blogueiras, etc. Eu tento ser o mais atenciosa possível com quem comenta aqui ou com quem fala comigo pelas redes sociais. Isso prende o leitor e você ainda ganha fama de simpática!

O que jamais fazer?
Na minha opinião, nada pior do que você receber um recado assim: "oi, olha meu blog? Beijos", ou então, nos comentários: "ai, que post lindo! Dá uma olhada no meu blog?". E o pior são os que não têm vergonha na cara e usam sua caixa de comentários como meio de divulgação falando apenas: "tem post novo, passa de lá!". Procuro nem responder (muito menos aceitar) esses tipos de comentários.
Solução: convide (não preciso dizer mais nada, né?)

Sei que o post ficou meio longo, mas isso é o básico, acreditem. O resto da experiência a gente adquire com o tempo.

Boa sorte para quem vai começar um blog!

Beijos e até mais ♥

4 comentários:

Jessica Mendes disse...

Quando comecei no blog, eu tinha essa dificuldade em escolher o nome, em como seria o layout, sobre o quê escreveria, e tudo o que você disse ajudou bastante mesmo. Confesso que nunca consegui manter muito um blog meu, mas com esse que estou agora, me sinto mais eu. É ruim fazer um blog com o qual não nos identificamos, estamos fazendo apenas para ganharmos visitas. Super de acordo com tudo o que disse. =]
parabéns pelo teu post. Super ótimo.

Beijooos =*
http://valeu-a-pena-esperar.blogspot.com.br/

Rafaela Ribeiro disse...

Adorei essas ideias, Dani *.*

Tenho certeza que eu precisava ter lido um post como este antes de ter criado o meu blog :P

Beijos

Danielle gomide disse...

Obrigada, Jessica! Concordo com o que disse também.

Beijos e passarei do seu blog assim que tiver mais tempo, haha

Danielle gomide disse...

Mas nunca é tarde, Rafa! Ainda dá pra mudar muita coisa no seu cantinho :)

Postar um comentário